logo-dnh-horizontal-negativo-0500

II Jornada Diocesana de Catequistas

“Oh, como é bom, como é agradável para irmãos unidos viverem juntos.

É como um óleo suave derramado sobre a fronte, e que desce para a barba, a barba de Aarão,

para correr em seguida até a orla de seu manto.É como o orvalho do Hermon, que desce

pela colina de Sião; pois ali derrama o Senhor a vida e uma bênção eterna.”

Salmos 132,1-2

Na quarta-feira, 6 de agosto, os sacerdotes de nossa diocese celebraram a festa da Transfiguração do Senhor na paróquia São João Batista, de Sapiranga. O encontro se deve à comemoração do dia do padre, 4 de agosto. Após a missa na matriz, os padres foram convidados a partilharem de um almoço e participarem da convivência com os irmãos de presbitério, na comunidade Nossa Senhora de Fátima, da mesma paróquia, no bairro Sete de Setembro. Cerca de 50 padres, entre eles o novo reitor do Santuário Sagrado Coração de Jesus, de São Leopoldo, estiveram junto ao bispo na confraternização, organizada pela Pastoral Presbiteral, sob o comando do padre Jacó Wuaden, com a importante contribuição dos leigos da paróquia.

A convivência Sacerdotal é meio para a unidade diocesana. No presbitério, o padre deve encontrar, por meio de seus irmãos sacerdotes, apoio, formação, amizade e uma real manifestação do Cristo misericordioso que chamou cada um a este ministério. O bom convívio fraterno é, por isso, fomentado como meio de boa vivência do próprio ministério. A comunhão da Igreja passa também pela fraternidade dos pastores, daí a importância destes momentos de unidade, formação e convivência emtre o bispo e seus padres.

Confira algumas imagens da Santa Missa.

Padres e leigos ouvindo a homilia proferida pelo Bispo.

Bispo e padres após a celebração

Autor(a): PASCOM DIOCESANA

Direitos da Imagem: Pascom NH

Tags

Leia também...